Pedalando: Segundas impressões

Como comentei no último post estou tentando adotar a bicicleta como meio de transporte principal para o trabalho. Depois de um primeiro dia tranquilo na sexta-feira, nessa última segunda feira fiz pela primeira vez o caminho “casa -> trabalho” e as impressões foram bem diferentes… vamos lá:

  • Começar o dia pedalando é muito mais difícil do que terminar o dia. Provavelmente pelo corpo frio, falta de aquecimento/alongamento. Fato é que após andar 2 quadras já sentia algum cansaço e no final do trajeto cheguei a carregar a bicicleta a pé por conta da exaustão.
  • A falta de segurança na pedalada derivada da falta de precisão na troca de marchas é muito mais encomoda quando você está cansado. E o cansaço só aumenta com isso.
  • Quando cheguei no trabalho parecia que havia subido uma montanha durante os 11Km do trajeto, mas passando de carro pelo mesmo local da pra ver que a quantidade de subidas e descidas são equivalentes em ambos os sentidos ( o que reforça o primeiro ponto ).
  • Comer antes de pedalar não é uma boa ideia: comi um copinho de iogurte (desses em embalagem com 6) + granola, achando ser uma boa medida por conta da energia mas depois de um certo esforço o iogurte parecia azedar em minha barriga =]

Por conta dessas dificuldades fiquei dois dias sem pedalar e decidi fazer apenas o trecho “trabalho -> casa” até ganhar alguma resistência física.

Espero encorajar e ajudar outros a adotarem um meio de transporte alternativo, faz bem pra você e pra cidade ;]

Pedalando: Primeiras impressões

Ultimamente tenho usado o blog apenas pra falar de programação, desenvolvimento e coisas do gênero, mas vou voltar a dividir o espaço com alguns assuntos “OFF-TOPIC”.

Como muitos da minha área não tenho o habito de praticar exercícios e depois de esperar uma oportunidade cair do céu pra iniciar algo acabei lembrando que tinha uma bicicleta encostada nos fundos de casa. Juntando os pontos, resolvi que iria adota-la como meio de transporte.

Como não pedalava há muito tempo (e nunca fui especialista nisso), passei um bom tempo lendo e conversando a respeito até que hoje surgiu a oportunidade e fiz o caminho de volta do trabalho com a “magrela”.

Essa introdução toda é só para contextualizar um pouco as minhas primeiras impressões:

  • Nunca tinha andando em ciclo-vias – a sensação de segurança proporcionada é enorme; O problema é que apenas metade do meu caminho possuí ciclo-via.
  • Apesar da segurança em relação aos automóveis, muitos usam ciclo-vias para caminhar, sentar, brincar com bebês e cachorros, então toda atenção é necessária.
  • Meu trajeto tem mais ou menos 11Km, fiz hoje em 45min e me surpreendi por isso. Esperava um tempo bem maior.
  • Apesar de não pedalar há muito tempo, consegui fazer todo o percurso sem dificuldades =P
  • Não tenho uma bicicleta top, é uma dessas comuns que podem ser compradas em supermercados (uma Sundown Brisk) e hoje já deu pra ver o porque de ler em todo texto sobre ciclismo que ter uma boa bicicleta faz a diferença: marchas travando, correia pulando de uma coroa para outra sozinha, o que nos deixa um pouco inseguro e desperdiça nosso esforço.

Encontrei várias dificuldades pra iniciar a pedala: dias dia chuva, trabalho até tarde, compromissos sociais no inicio da noite; mas acho que isso é normal e o negócio persistir =]